Agora que as festas e o ano de 2021 terminaram, mesmo que pareça estarmos sob uma trilogia cinematográfica desde 2020, algumas pessoas já começam a pensar no carnaval de 2022.

O evento será entre a última semana de fevereiro e primeira semana de março.

Com o aumento dos casos de Covid-19 e principalmente da variante ômicron pelo Brasil, a festividade segue indefinida, mas ainda assim vamos falar sobre um dos grandes pilares do evento: a fantasia. Afinal, somos uma loja de roupas.

Você já se perguntou o motivo das pessoas usarem fantasias e máscaras durante o Carnaval? Já teve essa curiosidade ou ao menos quer saber mais sobre o motivo? É só seguir a leitura até o fim.

Um lindo baile de máscaras… Mas por quê?

As máscaras estiveram ligadas a rituais religiosos ou tribais em diversos continentes por muitos anos. O acessório continha variados significados: podiam servir para representar deuses, espíritos ou dar forças ao guerreiro.

O intuito de usar máscaras era personificar alguém e representar sua essência. Posteriormente, no continente Oriental, a máscara se tornou um acessório us\ado em procissões, para tornar o evento mais divertido.

Na Grécia e Roma antiga, por exemplo, o adereço era usado para representar personagens no teatro. O acessório só começou a ser usado em festas, como o Carnaval, no século XV, mais precisamente na Itália renascentista.

Durante o Carnaval de Veneza, a máscara era usada em bailes e desfiles de fantasia. Ao longo do tempo, a máscara se tornou um objeto de caracterização, além de ser o espírito do carnaval.

Por que usar fantasias?

Com a popularização do uso de máscaras em rituais e posteriormente em festas, surgiram as fantasias. Ou seja: só muuuuito depois, aproximadamente 400 anos após a introdução das máscaras, é que surgiram as fantasias.

As fantasias foram implantadas, mais precisamente, em 1870, com uma simples  intenção de tornar o carnaval mais divertido. Os primeiros modelos eram feitos em roupas adaptadas com enfeites e tingidas até 1930.

As fantasias mais elaboradas eram caras e, por isso, costumavam ser usadas por nobres na Europa, que participavam de concursos. No Brasil, as peças cheias de adereços e detalhes eram vistas, a priori, apenas nas escolas de samba.

Além dos sambódromos, os modelos mais elaborados também passaram a ser usados nas festas de trajes de gala realizados no Brasil e em Veneza.

No contexto atual, as fantasias são uma forma de diversão durante o carnaval, além de servirem para ilustrar um personagem. Também são importantes, visto que são em torno delas que tudo é montado.

O importante, de fato, é: entre no personagem e se divirta dentro dele. O ideal é você se sentir bem com a produção que escolher. E, obviamente, higienize as mãos, use máscara e siga as recomendações dos órgãos de saúde.

Se você curtiu o blog e se interessa pelo mundo da moda e do carnaval, encontre todas as respostas no Ateliê Bellucci. Não só as respostas, como também o look perfeito para a ocasião. Reserve o seu aqui.